Qual a diferença entre ‘WordPress.com’ e ‘WordPress.org’? Você sabe?

WordPress é um CMS (Sistema de gestão de conteúdo) mais utilizado do mundo para criação e administração de sites. Onde é possível criar praticamente qualquer tipo de site com ele, sem a necessidade de usar alguma linguagem de programação ou códigos, como html, css dentre outras.

A proposta do WordPress é tornar possível que qualquer pessoa possa desenvolver e alimentar sites de forma simples e intuitiva. No entanto, o wordpress possui duas verões, o ‘wordpress.com‘ e o ‘wordpress.org‘, vamos entender às duas, mas antes um pouco da sua história.

Surgimento do WordPress

Em 2003 dois desenvolvedores, Matt Mullenweg e Mike Little, começaram a construir uma nova plataforma para blogs, foi assim que surgiu o WordPress. Sendo criada a partir de um software chamado bs/cafeblog.

Não muito tempo depois o projeto foi abandonado. No entanto, eles logo decidiram voltar com tudo e continuaram o desenvolvimento da plataforma com seus próprios termos.

Matt e Mike conseguiram lançaram a primeira versão do WordPress, o WordPress 1.0, em janeiro de 2004. Nessa primeira versão, como é de se esperar, ela era bastante diferente da versão atual do WordPress, que atualmente é muito bem estruturada e cheia de recursos.

Entretanto, ela no início ela já possuía a maioria dos principais recursos que ainda usamos até hoje, como o editor de conteúdos e um sistema de gerenciamento de usuários.

Desde 2004, o WordPress passou por transformações incríveis, e hoje em dia, o projeto é desenvolvido, gerenciado e mantido por uma comunidade dedicada de código aberto composta por milhares de membros pelo mundo inteiro.

E assim o WordPress continua crescendo rapidamente e uma nova versão costuma ser lançada a cada 2 ou 3 meses com novos recursos e atualizações de segurança.

Qual a diferença entre WordPress.com e WordPress.org?

Como já havia sido adiantado no início do artigo, existem duas verões do wordpress, e cada uma delas possuem vantagens e desvantagens, e são voltadas a perfis de usuários distintos. A Agência Webqu4tro indica e trabalha com o wordpress.org, mas conheça agora um pouco sobre cada uma.

1. WordPress.com

Nessa versão, existem planos gratuitos e pagos, normalmente usada por pessoas que estão começando a utilizar as ferramentas de blogs, e desejam pegar experiência antes de partir para uma solução profissional, ou para quem não deseja gastar nada em um site/blog.

  • Gratuito – Bastante limitado, domínio com propaganda e anúncios de publicidade do wordpress
  • Pessoal (R$12/mês, cobrado anualmente à vista). Com esse plano, você se livra dos anúncios de publicidade e consegue um domínio personalizado.
  • Premium (R$26/mês, cobrado anualmente à vista). Com esse plano, você pode monetizar seu site com publicidade e usar códigos CSS para editar seu site.
  • Negócios (83/mês, cobrado anualmente à vista). Com esse plano, você pode adicionar temas e plugins, além de integrar o Google Analytics no seu site.
  • eCommerce (149/mês, cobrado anualmente à vista). Com esse plano, você pode aceitar pagamentos em mais de 60 países, integrar com transportadoras e possui design premium para lojas online.

A grande vantagem do ‘wordpress.com’ é: você pode criar um blog, ou mais de um, sem pagar nada, GRÁTIS

Porém, nessa opção gratuita, existem algumas desvantagens que merecem a sua atenção, como: você NÃO poderá usar um domínio personalizado (ele será sempre onomedoseublog.wordpress.com). 

Caso ainda não entenda a diferença entre domínio e hospedagem, acesse: O que é domínio e hospedagem?

No wordpress.com você também não poderá vender anúncios, essa opção é possível apenas para sites que atinjam um limite mínimo de 25 mil visitações mensais, e o WordPress.com obrigatoriamente exibe anúncios de terceiros.

Você ainda NÃO poderá usar plugins, nem personalizar os temas disponíveis, e seu blog pode ser deletado a qualquer momento, caso o WordPress entenda que você violou os termos de serviço da plataforma. (E vamos combinar que dificilmente alguém lê por completo todas as cláusulas existentes em contrato de uso na internet).

2. WordPress.org

WordPress.org, por sua vez, é pensado de outra forma, essa versão seria a profissional da plataforma de blogs. Ela é uma das ferramentas mais versáteis de sua categoria, e é utilizada por uma série de pessoas e empresas das mais diversas. (Iremos dar exemplos no final do artigo).

No wordpress.org é possível criar desde sites de tecnologia, sites institucionais, lojas, sites de delivery, portfólios, sites de negócios, para divulgação de empreendimentos, e muito mais.

Entre as várias vantagens do WordPress.org, destacam-se sua grande capacidade de personalização, permitindo a implementação de plugins, e suportando a alteração do visual a gosto do usuário, o sistema também suporta a personalização de código.

O WordPress.org também oferece ferramentas de análise e rastreamento profissionais, permite a total monetização de seu negócio sem limites ou empecilhos. O wordpress.org também é gratuito, mas para utilizar essa versão, é preciso ter um domínio e uma hospedagem. Ou seja, o gasto que você terá, serão apenas com essas duas coisas, claro, se você quiser comprar algum plugin pago ou tema, ai é a parte. Para saber mais sobre Domínio e Hospedagem Acessehospedagem-e-dominio/

O usuário fica responsável por todos os aspectos referentes à atualização do WordPress, ao bloqueio de spam, e às mensagens dos usuários nos comentários.

E quais são os preços do wp.org e wp.com?

O plano que você for contratar depende muito do propósito e dos objetivos que você quer alcançar com seu site. Como já pode ser observado, no WordPress.com, começa no gratuito até o eCommerce, que é o mais caro. Entretanto, para tirar o máximo de proveito do wordpress.com, o plano Negócios é o mais indicado em função dos temas, plugins e do Google Analytics.

Com isso, no WordPress.com, você vai precisar desembolsar R$83 por mês, pagos no plano anual. É claro que você pode ficar com a versão gratuita da plataforma, mas ela não deixa o seu projeto com ar de profissionalismo, e como já pontuado algumas vezes, é bastante limitada.

No WordPress.org. A plataforma em si, como já foi pontuado, não vai custar um centavo para você. Contudo, você terá que contratar um plano de hospedagem e um domínio.

Para te dar uma ideia de que tipo de custos estamos falando, é comum encontrar um plano de hospedagem compartilhada por menos de R$10 ou menos.

Agora você já sabe que o WordPress.com e o WordPress.org não são a mesma coisa, vamos conhecer alguns sites que foram construídos na plataforma. 

Sites que usam WordPress

The New Yorker

Todo o ecossistema do tradicional site norte-americano de notícias The New Yorker é executada no WordPress.

Sony Music

O site da Sony Music é um ótimo exemplo de marca empresarial de sucesso que usa o WordPress.

Casa Branca

O site oficial .gov da Casa Branca (Estados Unidos) também usa o WordPress.

Beyoncé

O WordPress é extremamente popular com artistas, fotógrafos, músicos e outras atividades criativas – até mesmo com os mais famosos. A Beyoncé é uma delas.

Anitta

Outro exemplo de site criado para cantora, é o site da Anitta.

“Mas qual é o melhor, wordpress.com ou wordpress.org?


Ainda que as duas plataformas sejam irmãs na essência, está claro que o WordPress.org leva vantagem em recursos e funcionalidades, sobretudo pela sua natureza de código aberto.


Se você não quer preocupar-se com hospedagem e só, quer fazer um site simples, então o wordpress.com vai ser a melhor opção. Porém, se você é do tipo de usuário que quer personalizar o seu site, o WordPress.org é a opção.

 
Nós indicamos sempre o wordpress.org, pois mesmo o usuário tendo pouco conhecimento, ele é bastante intuitivo.


Tem dúvidas sobre como fazer um site? Deixe um comentário ou entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo!

Não perca!

Receba conteúdos valiosos sobre construção e manutenção de sites. Inscreva-se gratuitamente.

plugins premium WordPress